mar 062013
 

Pessoas queridas, tudo bem?

Como vocês sabem, adoroooooooo mudar tudo de lugar, inventar pinturas, e ter 1001 motivos para fazer artes.
Não sosseguei enquanto não realizei algo que estava em minha cabeça, esperando o DIA D.
Para mim, uma cama sempre foi uma cama. Este móvel sempre foi completo, ou seja, tinha que vir necessariamente acompanhado da cabeceira.
Eu e minha cabeça taurina… rs
Um belo dia, realizei que uma cama não precisa ter cabeceira. Muitas vezes, ela não tem, e dá pra inventar um monte de coisas!!!
Quando me dei conta disto, imediatamente a idéia nasceu: uma pintura indiana.
Fiquei com aquilo borbulhando dentro de mim, e num domingo botei a mão na massa.
Tirei fotos das etapas, para mostrar tudinho para vocês.
Espero que gostem, e que se inspirem muito!!!
Pintura de falsa cabeceira

Falsa cabeceira pintada na parede

Antes

Falsa cabeceira pintada na parede
No começo, havia uma cama (sem cabeceira), uma parede, uma idéia, e muita vontade!!!

Falsa cabeceira pintada na parede
Como eu não podia correr o risco de fazer um desenho muito torto, resolvi riscar a parede antes de começar a pintar.
Sei que muitas pessoas dirão que dá medo, que podemos errar, e concordo plenamente. Mas gente, se não tentarmos, nada vai mudar…
A gente tem que jogar o medo pra cima, e arriscar. Sempre!
Na foto acima, vejam que marquei as extremidades da cama, e fiz uma linha reta, que terminou na altura do móvel.

Falsa cabeceira pintada na parede
A parte mais difícil foi fazer o desenho que começou depois das linhas retas.
Por ser curvo e não ter molde, fiz tudo no olhômetro mesmo.
Apenas fiz um ponto onde ele terminaria, e que ficou no centro na cama.
Fiz tudo com um lápis, jurando que, se eu errasse, poderia apagar com a borracha. Óbvio que não ficou perfeito na primeira (nem na segunda) vez, e a borracha não funcionou. Como escolhi uma cor mais escura para pintar o fundo, as marcas de lápis foram cobertas.
O desenho não ficou 100% simétrico, mas eu fiquei satisfeita com ele.

Falsa cabeceira pintada na parede
Depois que terminei o desenho, isolei tudo com fita crepe.
As partes curvas dão mais trabalho, mas é tranquilo.

Falsa cabeceira pintada na parede
Sempre pinto os contornos primeiro, e utilizo uma trincha média.
Esta cor eu mesma fiz, misturando empiricamente tintas que eu tinha. Amei! ♥

Falsa cabeceira pintada na parede
Pintei todo o desenho com um rolinho pequeno, mas deveria ter usado um médio.
Dei duas demãos de tinta, tanto no contorno quanto no desenho.
Depois que a tinta secou, tirei a fita crepe. Com este calor que anda fazendo, não precisei esperar nem uma hora.

Falsa cabeceira pintada na parede
Esta parte não estava em minha cabeça, e foi uma viagem total.
Eu peguei tinta palha, betume, purpurina dourada, e comecei a pintar e pintar, e não conseguia mais parar. Fui jogando purpurina no pincel, e algumas partes ficaram com efeito dourado.
Quando parei, percebi que criei movimentos circulares, como um eixo, onde tudo começa, onde tudo termina. Eu e minhas explicações… rs
Posso dizer que AMEI esta pintura, que realmente significa algo para mim.

Falsa cabeceira pintada na parede
Com o betume e um pincel número 4, delimitei bem o contorno de toda a pintura.
Parece um portal, vocês não acham?

Falsa cabeceira pintada na parede
Falsa cabeceira pintada na parede
A idéia das flores também já estava em minha cabeça. Junto com elas, criei os ramos e arabescos, na parte superior.
Falsa cabeceira pintada na parede
Falsa cabeceira pintada na parede
Falsa cabeceira pintada na parede
E eu ameiiiiiiiiiiiiiii a minha falsa cabeceira!!!
Eu sorrio para ela, ela sorri para mim!
É uma pintura que fiz com minha alma e meu coração, cheia de significados e de vida.
Quando terminei esta arte, pude compor o restante da decoração deste cômodo.
Utilizei apenas objetos que já possuía, e alguns que transformei.
Este lugar tornou-se um de meus preferidos. Me sinto tão bem!
Não gastei nada, e transformei um ambiente.
Eu sempre digo que mudar a decoração não significa ter que gastar dinheiro.
Treinando o olhar, podemos rearranjar os ambientes, criando uma “nova” casa. Um lugar para nos sentirmos bem. Um lugar de gente feliz!!!
Espero que vocês se inspirem muito!!!
A minha amada Margaret também mudou a parede da cabeceira, e ficou linda de viver!!! Confiram tudo, clicando aqui e aqui.
Beijossssssssssssssss
Vero ♥

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
The following two tabs change content below.
Tenho um atelier em Perdizes, um lindo bairro de São Paulo. Trabalho com mosaicos, pintura em vasos e telas, pintura e customização de móveis e objetos de decoração. Em meu atelier, tenho peças para pronta entrega, e faço a maioria sob encomenda, de acordo com as preferências dos clientes. Adoro reutilizar objetos que iriam para o lixo, transformando-os em peças decorativas! Ministro cursos! Meu blog é uma extensão de meu trabalho. Amo mostrar aqui tudo que faço, assim como as artes de meus alunos! Adoro fazer passo a passo e tentar ensinar um pouco do que aprendi para quem mora longe. Sejam bem-vindos! Sintam-se em casa! Para falar comigo, escrevam para [email protected]

  2 Responses to “Falsa cabeceira pintada na parede – Faça você mesmo”

  1. […] Créditos: Veronica Kraemer/Além da Rua Atelier […]

  2. Ache!

    Assim que entrei aqui lembrei dela, eu já tinha visto e cá estou “babando” novamente.
    Saber pintar assim é um dom, que você só aprimora a cada dia.

    Parabéns mais uma vez.

    bjs

 Leave a Reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

(required)

(required)

close
Facebook IconYouTube IconTwitter IconPinterestPinterestPinterestPinterest